À Espreita Entrevista: Bruna Souza Arruda

Escritora intimista, Bruna conta como usa a poesia para expressar seus sentimentos, suas angústias e também exorcizar seus próprios fantasmas.

Expor-se! A entrevista de hoje é com a escritora e poetisa Bruna de Souza Arruda. Ela nos conta sobre o grande desafio que a levou a escrever. Expor o seu “Eu”. Através das palavras ela encontrou uma forma de expressar seus sentimentos, suas frustrações e também sua esperança e conquistas. Em uma conversa franca, Bruna mostra como a sua força de vontade para falar sobre assuntos delicados a ajudou a enfrentar melhor seus próprios desafios e a ajudar outros a conseguir fazer o mesmo.

Evan – Olá Bruna, para nós é uma grande satisfação poder conversar com você para saber um pouquinho mais sobre a escritora, poetisa e a pessoa que a Bruna é. Com certeza, muitos dos nossos leitores hoje poderão identificar-se contigo. Quem conhece a Bruna diz que ela respira poesia. O que te motivou a começar a escrever a sua poesia?

Bruna – Foi por precisar me expressar, me descobrir e aliviar, a escrita para mim serve como purificação da minha alma e reorganização de pensamentos.

Evan – Você também estuda Direito e Gestão de Marketing, o que deve tomar muito do seu tempo. Você ainda consegue administrar seu tempo para continuar se dedicando aos seus trabalhos de escrita?

Bruna – Apesar de trabalhar e estudar em duas faculdades, é a coisa que me consegue me fazer sentir sã. Viva. Me dedico como posso e ao mesmo tempo, como quero, às vezes há 2 textos no mesmo dia, as vezes 2 ao mês.

Evan – Você se diz uma escritora intimista. Conte-nos um pouco sobre isso e como você espera atingir seus leitores com a sua mensagem.

Bruna – Espero ser a porta-voz, mesmo que soe exagerado, do que eu não tinha tanto contato no meu amadurecimento que é falar sobre a depressão, ansiedade e afins, falar sobre frustrações e não só ser positiva o tempo todo. Ser e demonstrar quem eu sou para que as pessoas possam ser quem eles são e se redescobrirem para saber que tudo está e vai ficar bem.

Evan – Você tem dois livros publicados, “Um Texto Meu” e sua continuação, “Mais Um Trecho”. O que você pode nos contar sobre o processo de criativo de seus livros.

Bruna – Os dois livros foram pensamentos necessários durante crises de ansiedade, daí eu fui escrevendo e externalizando tudo que havia dentro de mim. Em 2016-2017 tive várias crises de ansiedade e escondi por muito tempo de muitas pessoas ao meu redor, quando lancei o “Um texto meu”, lancei como forma de conversar com meus pais e outros familiares por meio daquele livro, o segundo “Mais um trecho” só foi uma consequência de precisar falar, precisar escrever e ser minha própria escrita. Juntei alguns anos de salário e lancei sozinha, meus pais souberam na hora que chegaram aqui qual era o tema.

Evan – Você também já participou de várias antologias. Já são oito ou mais. Conte-nos um pouco sobre a diferença de preparar um material solo com a de preparar um texto que vai figurar entre o de outro poetas e escritores. Qual a diferença de sentimento ao ver o resultado final?

Bruna – Eu fiquei totalmente satisfeita e feliz, mas ao mesmo tempo sentia tanto medo de ser quem eu sou no meio daqueles trechos, ao mesmo tempo, precisava demonstrar quem eu era. Era mais do que poesias, foi algo totalmente diferente, precisar me ocupar sozinha, me fazer sozinha e também poder ter oportunidade de demonstrar durantes algumas páginas a mais todos ou quase todos meus sentimentos, foi bem mais trabalhoso mas foi algo que me deu um orgulho gigantesco de poder contatar uma editora e custear o serviço, como também poder escrevê-lo sozinho e editar pela Amazon, algo bem mais libertador. Ser tudo aquilo só meu, foi o que mais me deixou entusiasmada e me fez dizer: caraca, eu sou escritora!

Evan – Você foi participante do Projeto Leia Mulheres. Conta pra gente um pouco mais sobre esse projeto e como foi ser a escritora homenageada de fevereiro deste ano.

Bruna Souza Arruda foi a escritora homenageada no Evento Leia Mulheres Fev/2020

Bruna – Eu me senti tão radiante, primeiramente, por saber da existência de um projeto que dá visibilidade para mulheres escritoras, e ainda mais por ter sido chamada, algo que achava impossível. Me senti feliz por poder voltar ao lugar onde começou, mesmo que tivesse agora em endereço diferente, e me sentia como uma criança que ganha seu presente no natal, não há explicação e agradecimentos suficientes para poder dizer o quanto valorizar a escrita, e ainda mais dar voz para mulheres, ainda mais para uma artista local poder se expressar e ter seu lido livro por pessoas que moram na mesma cidade. Foi um momento muito especial e que guardarei para sempre, novos laços formados e a ressignificação de ler mulheres para mim. Atualmente, participo do grupo e pretendo ler todas as recomendações possíveis que elas nos colocam, desafios e experiências novas!

Evan – Você tem um canal no Youtube e no Instagram. Conte o que podemos encontrar por lá.

Projeto Recite Poesia – Canal do Youtube

Bruna – Esse ano decidi lançar um projeto chamado “RECITE POESIA”, comecei no Instagram e migrei para o Youtube, estou fazendo no meu tempo para poder realmente ser algo espontâneo e que consiga transmitir os escritores maravilhosos que já pude conhecer.

Evan – O que podemos esperar da Bruna para o futuro. Já está desenvolvendo algum novo projeto literário?

Bruna – Um novo livro, novos eventos on-line e também eventos presenciais quando tudo estiver normalizado.

Evan – Conte para nós um pouco sobre seus sonhos. Tem algo que você pretende realizar que lhe deixaria completamente realizada?

Bruna – Lançar mais livros e poder proporcionar mensagens agregadoras na vida das pessoas, poder “aconselhar” e ser um exemplo, mesmo com todos os meus defeitos. Acreditar que sou boa o suficiente.

Evan – Que mensagem você deixaria para seus colegas de escrita e leitores de todo o país?

Bruna – Não desistam de vocês, felizmente ou infelizmente: tudo é um ciclo. As coisas se renovarão.

Evan – Foi um prazer conversar com você, Bruna. Espero que todos curtam esse bate-papo da mesma forma que nós curtimos. Foi um prazer!

Para conhecer um pouco mais do trabalho da nossa querida Bruna Souza Arruda clique nos links abaixo:

Bruna Souza Arruda – Escritora Intimista

Publicado por Evan Klug

Escritor, Redator, Roteirista, Produtor de Conteúdo para Web e Analista de Qualidade. Amante da literatura, super-heróis, boa comida e o bom e velho rock n' Roll.

Um comentário em “À Espreita Entrevista: Bruna Souza Arruda

  1. Muito boa a Entrevista.. Parabéns. Polivalente ativista Cultural pantaneira,que participa dos eventos cultururais como :Café Literário,Café Cultural,chegando até de realizar uma Noite de Cultura no Centro Brasileiro Boliviano 30 de Marzo.Presença constante nas Antologias da região,com muito brilho.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie seu site com o WordPress.com
Comece agora
%d blogueiros gostam disto: